Trilhas de Conhecimentos - O Ensino Superior de Indígenas no Brasil

Projeto
Público Alvo
Expediente

Artigos
Dissertações e Teses
Referências Bibliográficas
Livros

Entrevistas

Núcleo Roraima
Núcleo Mato Grosso do Sul

Galeria Multimídia

Ações Governamentais
Educação Superior Indígena


Links
Newsletter

Fale Conosco
Mapa do Site


 
     


Notícias de Abril/2008

Dependência exclui aluno do bolsa universitária indígena
30/04/08

Fernanda Mathias/ Campo Grande News

Decreto assinado na última segunda-feira pelo governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli, torna mais rigorosa a regra para inclusão e manutenção de acadêmicos no programa Bolsa Universitária Indígena. O programa paga bolsa de R$ 300,00 mensais para que os alunos façam estágio em órgãos públicos.


http://www.campogrande.news.com.br/canais/view/?canal=8&id=225958


Estudos comparam desempenho de alunos beneficiados por ações afirmativas e mostram como vários obtêm sucesso acadêmico
Abril 2008

Fabrício Marques

Há uma novidade no debate sobre os programas de ação afirmativa para ingresso no ensino superior brasileiro. Um conjunto de estudos acadêmicos sobre o desempenho dos estudantes beneficiados, notadamente egressos de escolas públicas e grupos étnicos socialmente desfavorecidos, começa a avaliar a eficiência das iniciativas adotadas por mais de 40 universidades brasileiras. Os programas se dividem em dois grandes grupos. De um lado há os sistemas de cotas, que em geral reservam porcentuais de vagas nos processos seletivos para alunos pobres e/ou negros e índios. Inaugurados entre 2002 e 2003 em universidades estaduais do Mato Grosso do Sul e do Rio de Janeiro, hoje vigoram em dezenas de instituições, sobretudo universidades federais. De outro há um sistema de bonificação de pontos no vestibular para alunos de escolas públicas e também os autodeclarados negros, pardos e indígenas, instituído em 2004 pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e adotado, com variações, pela Universidade de São Paulo (USP), pelas universidades federais Fluminense (UFF), do Rio Grande do Norte (UFRN) e de Pernambuco (UFPE) e pelas faculdades de tecnologia paulistas, as Fatecs. Tal sistema não estabelece uma quantidade mínima de vagas, mas amplia as chances de ingresso desses grupos via vestibular.

http://revistapesquisa.fapesp.br/?art=3502&bd=1&pg=1&lg=


Começa formação de professores muras
29/04/2008

Ionice Lorenzoni - MEC

O povo indígena mura, que vive em seis áreas descontínuas no município de Autazes (AM), distante cerca de 250 quilômetros de Manaus, começa nesta quarta-feira, 30, a formação universitária de seus 60 primeiros professores.

http://portal.mec.gov.br/sesu/index.php?option=com_
content&task=view&id=10417&interna=6



CINEP promove Curso de Formação Política na UnB
28.04.2008

COIAB

O Centro Indígena de Estudos e Pesquisas (CINEP) realiza nos dias 28 e 29 de abril de 2008, o Encontro Preparatório do Curso de Formação Política do CINEP, na Sala Roberto Cardoso de Oliveira – CEPPAC-Centro de Pesquisa Pós-Graduação das Américas, Edifício Multiuso 2 – 1° Andar, Campus da Universidade de Brasília (UnB). O evento tem o objetivo de subsidiar a elaboração da proposta de Curso de Formação Política de Lideranças Indígenas do CINEP, a ser desenvolvido como ação de extensão pela Universidade de Brasília-UnB.


http://www.coiab.com.br/coiab.php?dest=show&back=index&id=74&tipo=N

Jovens indígenas e da área rural apontam reivindicações específicas
27/04/08

Mariana Jungmann
Repórter da Agência Brasil

Brasília - Os mais de 2 mil delegados que estiveram na abertura da 1ª Conferência Nacional de Juventude, hoje (27), em Brasília, trouxeram reivindicações bem específicas, além das preocupações com saúde, educação, trabalho e meio ambiente, que foram expressas nas conferências estaduais e municipais.

http://www.agenciabrasil.gov.br/noticias/2008/04/27/
materia.2008-04-27.8779800135/view


Núcleo Insikiran faz diagnóstico de estudantes indígenas na UFRR por meio de Sistema de Informações
18/04/2008

A Universidade Federal de Roraima, por meio do Núcleo Insikiran de Formação Superior Indígena e do Sistema de Informações sobre alunos Indígenas do Ensino Superior está concluindo a primeira etapa do levantamento de alunos indígenas matriculados na instituição no semestre de 2008.1.

http://www.ufrr.br/noticias/coordenadoria-de-imprensa/nucleo-insikiran-
faz-diagnostico-de-estudantes-indigenas-na-ufrr-por-meio-de-sistema-de-informacoes


Professores indígenas iniciam curso de mestrado em Ciências Ambientais da Unemat
18/04/08
Fonte: Texto: Elaine Tortorelli - Autora: Lygia Lima:Coordecom


Os professores indígenas Korotowi Taffarel Ikpeng e Maiuá Meg Poanpo Txikão, da etnia Ikpeng, deram início ao curso de pós-graduação em nível de mestrado em Ciências Ambientais pela Universidade do Estado de Mato Grosso(Unemat). A aula inaugural foi realizada no dia 10 de abril em Cáceres.

Maiuá e Korotowi concluíram a graduação em junho de 2006, na primeira turma do Programa de Educação Superior Indígena Intercultural(PROESI), antigo Terceiro Grau Indígena, juntamente com outros 184 professores índios. Desenvolvido pela Unemat em parceria com a Secretaria de Estado de Educação, de Ciência e Tecnologia (Secitec), Fundação Nacional do Índio (Funai), Prefeitura Municipal de Barra do Bugres, o PROESI oferta a formação , específica e diferenciada, a professores índios e conta com o apoio do Ministério da Educação(MEC) e Fundação de Nacional de Saúde( Funasa).


http://www.unemat.br/noticias/wmview.php?ArtID=3715


Professor terá formação em diversidade
18/04/2008
Ionice Lorenzoni - MEC

O Ministério da Educação lançou edital nesta sexta-feira, 18, convocando as instituições de ensino superior a constituir uma Rede de Educação para a Diversidade, no âmbito da Universidade Aberta do Brasil (UAB). Está no centro deste projeto a qualificação de professores da educação básica em oito áreas da diversidade, atendendo a pedido apontado pelos Planos de Ações Articuladas (PAR), elaborados pelas prefeituras. A expectativa do ministério é abrir 75 mil vagas para professores e gestores em 2008.


http://portal.mec.gov.br/sesu/index.php?option=com_
content&task=view&id=10361&interna=6



Convênio irá oferecer qualificação para indígenas
18/04/2008
Da redação - Jornal O Documento

Mil jovens indígenas do Xingu receberão cursos técnicos profissionalizantes este ano. Entre as diversas áreas que podem gerar renda para as etnias, serão repassadas técnicas da extração de látex, extração do óleo de copaíba, trabalhos com polpa de pequi e gerenciamento empresarial. As aulas irão durar seis meses, sendo um convênio entre o Governo do Estado, Instituto Raoni, o Ministério do Trabalho e Emprego, Banco do Brasil, Sebrae, Funai, Banco Internacional de Desenvolvimento (BID) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento. O Xingu servirá como projeto piloto para o convênio, que tem a programação de se estender para outras etnias do Estado.


http://www.odocumento.com.br/noticia.php?id=258682


Comissão cobrará recomendações da ONU a direitos humanos
17/04/08
Gilberto Nascimento – Agência Câmara


A Comissão de Direitos Humanos vai cobrar das autoridades brasileiras o cumprimento das recomendações feitas pela Organização das Nações Unidas (ONU) para enfrentar as violações de direitos humanos no País. O Conselho de Direitos Humanos da ONU divulgou nesta semana relatório com 15 recomendações, aceitas publicamente pelo Estado brasileiro.

O documento reconhece que o Brasil tem tido avanços no combate à pobreza e à desigualdade social, mas recomenda maiores esforços nessa luta. O relatório também cobra medidas concretas para aprimorar as condições carcerárias e o acesso à Justiça. E pede maior rigor contra situações de abuso de poder e tortura, na intensificação do programa de reforma agrária e no respeito aos direitos de populações indígenas e afrodescendentes.


http://www2.camara.gov.br/internet/homeagencia/materias.html?pk=120599


Governo homenageia cultura Indígena
18/04/08
Governo de Pernambuco

Amanhã é o Dia do Índio. E o Governo do Estado, através da Secretaria da Educação, dá prosseguimento a uma série de ações voltadas à valorização da cultura e melhoria da qualidade da educação indígena em Pernambuco. Este ano, sete escolas indígenas, que estão sendo construídas, ficarão prontas. Outras 15 serão reformadas ou ampliadas e cerca de 640 professores estão sendo capacitados para contribuir com a elaboração de um currículo que respeite a língua, os costumes e os rituais dos povos indígenas do Estado.

http://www.fisepe.pe.gov.br/cepe/materias2008/abr/exec09180408.htm


Amazonas lança política para garantir ensino superior aos índios
17/04/08
Amanda Mota
Repórter da Agência Brasil

Manaus - A partir de hoje (17), o Amazonas começa a implantar a Política Pública Universitária para as Populações Indígenas, anunciou o governador Eduardo Braga. Portaria assinada por ele estabelece os parâmetros, prioridades e procedimentos de normatização do projeto.

http://www.agenciabrasil.gov.br/noticias/2008/04/17/materia.2008-04-17.5164786390/view


Líderes indígenas entregam a Lula documento com críticas aos Três Poderes
18/04/08
Marco Antônio Soalheiro
Repórter da Agência Brasil

Brasília - Líderes indígenas entregaram hoje (18) ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva o documento final do 5º Acampamento Terra Livre, montado no gramado central da Esplanada dos Ministérios. No texto, eles fazem críticas aos Três Poderes e se dizem vítimas de discriminação e preconceito.

http://www.agenciabrasil.gov.br/noticias/2008/04/18/
materia.2008-04-18.4870656799/view


Funai anuncia presença de Lula na próxima reunião da comissão indigenista
18/04/08
Marco Antônio Soalheiro e Yara Aquino
Repórteres da Agência Brasil


Brasília - O presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Márcio Meira, e lideranças indígenas, disseram hoje (18) após audiência no Palácio do Planalto, que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva prometeu participar, acompanhado de seus ministros, da próxima reunião da Comissão Nacional de Política Indigenista (CNPI), em maio.

http://www.agenciabrasil.gov.br/noticias/2008/04/18/
materia.2008-04-18.2882608887/view


Mato Grosso está próximo de zerar a necessidade de escolas indígenas

17/04/2008
Primeira Hora


Em 2008, R$ 10,3 milhões de reais serão investidos em Mato Grosso na construção de escolas indígenas. O Estado irá fechar o ano com 52 escolas deste tipo, o que representa o atendimento a oito mil alunos nas aldeias. A expectativa é de que todas estas escolas sejam contempladas, até o final do ano, com laboratórios de informática e internet de banda larga. Estas obras representam entre 80 a 90% da rede física necessária de escolas indígenas no estado.


http://www.primeirahora.com.br/interna.php?mat=6750


Reportagem Especial revela a situação dos povos indígenas
17/04/08
Da Rádio Câmara
Edição - Regina Céli Assumpção


O programa Reportagem Especial, da Rádio Câmara, mostra nesta semana em que se comemora o Dia do Índio (19 de abril) a situação dos povos indígenas brasileiros. As lutas por preservação cultural, desenvolvimento sustentável e demarcação de terra, entre outras, revelam as aspirações de um povo sedento de cidadania plena para protagonizar a sua própria história, livre dos mecanismos ultrapassados de tutela.

(...)

O material produzido está disponível na página www.radio.camara.gov.br - em áudio (Windows Media Player e MP3), e pode ser reproduzido gratuitamente por qualquer emissora que tenha interesse em divulgar o trabalho da Câmara dos Deputados, desde que citada a fonte:

http://www2.camara.gov.br/internet/homeagencia
/materias.html?pk=120556


Protestos encerram o Acampamento Terra Livre nesta quinta-feira (17), em Brasília
17/04/2008

Katiuscia Sotomayor - ISA

As manifestações do Abril Indígena estão no fim, mas as questões levantadas pelos índios continuam. Ontem (16), segundo dia do acampamento, os índios foram recebidos pelos presidentes da Câmara e do Senado e pelo ministro da Justiça, que prometeu apoio no caso da TI Raposa-Serra do Sol. No dia 18, após o encerramento oficial das atividades, um grupo de líderes será recebido pelo Presidente Lula e pretende reivindicar soluções para o Estatuto dos Povos Indígenas e o Conselho Nacional de Política Indigenista.


Picarelli solicita implantação de Universidade Indígena
16/04/08
Aquidauana News

O deputado estadual Maurício Picarelli (PMDB) encaminhou, recentemente, ao governador André Puccinelli e ao reitor da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), professor doutor Gilberto José de Arruda, indicação solicitando a viabilização da continuidade e permanência definitiva do curso Normal Superior Indígena, em Campo Grande e Dourados. Também foi solicitada pelo parlamentar às duas autoridades, a implantação da Universidade Indígena no Estado.

http://www.aquidauananews.com/index.php?action=news
_view&news_id=125419


Líderes indígenas entregam documento com reivindicações ao presidente da Câmara
16/04/08
Juliana Maya
Repórter da Rádio Nacional da Amazônia


Brasília - Presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), recebe indígenas de várias etnias no Congresso Nacional, que entregam carta Abril Indígena 2008

Brasília - Líderes indígenas entregaram hoje (16) ao presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), uma carta com as principais reivindicações de seus povos. No documento foi pedida a desintrusão da terra indígena Raposa Serra do Sol (RR) e a criação do Conselho Nacional de Política Indigenista. O principal foco da reunião, entretanto, foi o Estatuto dos Povos Indígenas, cuja tramitação está parada na Câmara dos Deputados há 13 anos.


http://www.agenciabrasil.gov.br/noticias/2008/04/16/materia.2008-04-16.7123001957/view


CNPI reivindica aprovação de Estatuto dos Povos Indígenas no Congresso Nacional
16/04/08
Da Agência Brasil


Brasília - Há 14 anos, quatro meses e dez dias, três projetos de Estatuto dos Povos Indígenas estão parados no Congresso Nacional. Nós temos a esperança de que, no próximo ano, estaremos mostrando para o governo o nosso estatuto, elaborado pelo movimento indígena, junto ao Congresso e ao governo”. A declaração é do integrante da Comissão Nacional de Política Indigenista (CNPI), Caboquinho Potiguara, em entrevista à Agência Brasil. Ele participa, até sexta-feira (18), do movimento Abril Indígena, em Brasília, em busca da aprovação desse Estatuto.


http://www.agenciabrasil.gov.br/noticias/2008/04/16/materia.
2008-04-16.8418933249/view



Povos indígenas reivindicam no Congresso aprovação de estatuto
16/04/08
Roberta Lopes
Repórter da Agência Brasil

Brasília - Índios de várias etnias promovem na manhã de hoje (16) um ato no Salão Negro do Congresso Nacional reivindicando a aprovação do Estatuto dos Povos Indígenas, que está parado no Parlamento há 13 anos. Eles também pedem prioridade para a discussão com a Fundação Nacional do Índio (Funai) sobre a melhoria da vida nas comunidades indígenas, principalmente no que se refere a ações na área de saúde.

Os índios integram o grupo que veio a Brasília para participar da quinta edição do Acampamento Terra Livre, montado no gramado central da Esplanada dos Ministérios.

http://www.agenciabrasil.gov.br/noticias/2008/04/16/
materia.2008-04-16.5860742212/view


Acampamento Terra Livre pede política mais clara para indígenas
15/04/08
Morillo Carvalho
Repórter da Agência Brasil

Brasília - A Esplanada dos Ministérios, em Brasília, é, a partir de hoje (15), o palco de debate sobre os direitos indígenas. Cerca de 800 índios vão se instalar no gramado central da capital federal para chamar a atenção dos políticos sobre os temas ligados aos índios. Esta é a quinta edição do Acampamento Terra Livre.

http://www.agenciabrasil.gov.br/noticias/2008/04/14/materia.
2008-04-14.9941227857/view


Povos indígenas acampam em Brasília para pressionar pela aprovação de estatuto
15/04/08
Luana Lourenço
Repórter da Agência Brasil

Brasília - Acampados no canteiro central da Esplanada dos Ministérios, em Brasília, os cerca de 700 indígenas de etnias de todas as regiões do país, que estão em Brasília para o movimento Abril Indígena, elegeram a aprovação do Estatuto dos Povos Indígenas como prioridade da pauta de reivindicações que será discutida ao longo da semana e apresentada a representantes do Congresso, do Executivo e do Judiciário.

http://www.agenciabrasil.gov.br/noticias/2008/04/15/
materia.2008-04-15.1371527387/view



Índios denunciam o descaso do governo com seus direitos
15/04/2008
Katiuscia Sotomayor/ ISA,

Primeiro dia do Acampamento Terra Livre, evento central do Abril Indígena 2008, é marcado por denúncias, mobilização e retrospectiva da luta dos povos indígenas desde a Constituição de 1988. Até quinta-feira, 17 de abril, cerca de 700 índios de 20 estados ficam acampados na Esplanada dos Ministérios, em Brasília.

http://www.socioambiental.org.br/nsa/detalhe?id=2651

 

América Latina e Caribe debatem os desafios da educação superior

Estão abertas as inscrições para a Conferência Regional para a Educação Superior (CRES) 2008, evento que acontece entre os dias 4 e 6 de junho na cidade colombiana de Cartagena das Índias. A conferência, que pretende reunir cerca de 3.500 delegados da América Latina e Caribe, vai colocar em discussão a necessidade de uma agenda estratégica para a educação superior. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas pelo site oficial do evento.

"Este evento é a oportunidade na qual serão analisadas e discutidas as transformações sociais, econômicas, políticas e culturais que ocorrem na atualidade e suas implicações para a educação superior, com o propósito de destacar suas principias tendências e cenários futuros", explica Ana Lúcia Gazzola, diretora da Unesco-Iesalc, instituição que, junto com o Ministério da Educação da Colômbia, organiza a conferência. A CRES 2008, intitulada “Desafios locais e globais: uma agenda estratégica para a Educação Superior na América Latina e Caribe”, constitui uma das instâncias preparatórias para a próxima Conferência Mundial de Educação Superior (CMES 2009).

Foram atribuídas quotas de participação para as representações dos conselhos e associações de reitores da América Latina e Caribe, redes universitárias e associações de reitores internacionais, observatórios de educação superior, organismos multilaterais, cátedras Unesco da região, comissões nacionais de cooperação com a Unesco da região e funcionários da Unesco. Existem, ainda, 400 quotas de acesso abertas para acadêmicos e gestores de políticas públicas da educação superior.

As inscrições dos delegados e estudantes também deverão ser realizadas pela internet (www.cres2008. org). Também se encontram nesta página as instruções adicionais para a realização das reservas de hospedagem da parte dos membros que façam parte de delegações. Outras informações podem ser obtidas por meio do endereço eletrônico cres2008@unesco. org.ve ou por meio do comunicado, em anexo, distribuído pela assessoria de imprensa do CRES 2008.

Encontro avalia gestão da Universidade Indígena Intercultural
Adital

Destacadas personalidades do âmbito acadêmico de toda a região, representantes de organizações indígenas nacionais e regionais, delegados da Cooperação Internacional, assim como com a participação de vários membros do Conselho Diretor do Fundo Indígena estarão presentes no Encontro Internacional que avaliará a primeira gestão da Universidade Indígena Intercultural (UII). O encontro será realizado em Cochabamba, Bolívia, de 26 a 28 desta semana.

A UII é uma iniciativa regional promovida pelo Fundo para o Desenvolvimento dos Povos Indígenas da América Latina e do Caribe (Fundo Indígena), que articula mais de 20 universidades da região através de uma rede virtual, a Rede UII.

O objetivo do projeto é contribuir para a formação de profissionais indígenas qualificados e com capacidade de liderança, para que, fortalecidas essas capacidades, assumam, a partir de um enfoque intercultural, tarefas de articulação e tomada de decisões que lhes permitam incidir política, econômica e socialmente em suas respectivas sociedades.

A oferta de formação da UII se centra na pós-graduação e atualmente desenvolve seis cursos diferentes, os quais se inserem em quatro áreas específicas: Educação Intercultural Bilíngüe (EIB), Saúde Intercultural, Direitos Indígenas e Governabilidade, Direitos e Povos Indígenas.

http://www.cimi.org.br/?system=news&action=read&id=3099&eid=257

Senadores são empossados na Frente de Apoio ao Ensino Superior

Assessoria de Imprensa - ANUP | 08 abr 2008

Os presidentes das entidades representativas do ensino superior no Brasil participaram hoje, 8, na Comissão de Educação do Senado, da reunião que empossou os senadores vice-presidentes da Frente Parlamentar de Apoio ao Ensino Superior.

O presidente dos trabalhos, deputado Severiano Alves (PDT/BA), disse que por muito tempo houve uma discriminação por parte do Congresso que se só enxergava o ensino superior público. “Mas nós conhecemos muito bem o setor particular”, disse o deputado ao afirmar a relevância do setor privado na educação superior no Brasil.

Foram empossados:

- 1º vice-presidente: Senador Sérgio Zambiasi (PTB/RS)

- 2º vice-presidente: Senad or Marconi Perillo (PSDB/GO)

- 3º vice-presidente: Senador Renato Casagrande (PSB/ES)

- 4º vice-presidente: Senador Valter Pereira (PMDB/MS)

O presidente da ANUP, Abib Salim Cury, destacou a unidade consolidada das entidades representativas do setor. “Estamos conseguindo hoje uma grande união entre as entidades do ensino superior”, afirmou ele que teve um papel fundamental na criação do colegiado de presidentes. “Agora chegou o momento de nos unirmos ao parlamento para intensificar o diálogo e o debate sobre a legislação da educação superior”, concluiu.

Estavam presentes os presidentes da ANUP, ABMES, SEMESP, ABIEE, ABRAFI, ANACEU e CONFENEN.

O ato de criação da Frente Parlamentar de Apoio ao Ensino Superior será assinado pelos presidentes das entidades representativas nesta quarta-feira, às 9h, na sede da ABMES, em Brasília.

 

Coordenador e acadêmicos do Rede de Saberes concedem entrevistas para TV Assembléia
10/04/08

Por Nataly Foscaches

Tendo em vista a proximidade das comemorações e discussões sobre o Dia do Índio, 19 de abril, o coordenador do Núcleo de Estudos e Pesquisas das Populações Indígenas (Neppi) e Rede de Saberes, Antonio Brand, juntamente com os acadêmicos: Valdevino Gonçalves Cardoso e Juvenil Cruz, ambos cursando história na Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), Joyner Santana Alcântara, estudante de zootecnia também da UCDB, foram os entrevistados do programa Considerações nos dias 8 e 9 desse mês, que será transmitido pela TV Assembléia, canal 9 do sistema de televisão por assinatura disponível pela NET. As entrevistas concedidas à repórter Talitha Moyá, estavam focalizadas na realidade indígena, bem como os desafios que estes povos ainda enfrentam, a desnutrição, violência, preconceito e principalmente os conflitos pela retomada de seus territórios tradicionais. Também teve ênfase suas conquistas, um exemplo é o número significativo de estudantes indígenas no ensino superior, aproximadamente 600 alunos, que dão destaque a Mato Grosso do Sul. Este programa está previsto para ser exibido durante o final de semana, paralelamente à apresentação dos documentários: Trilhas do conhecimento, que relata a trajetória de alguns acadêmicos indígenas de MS e O Homem e os deuses por uma terra sem males.

http://www.rededesaberes.org/www/index.html



Educação aprova datas comemorativas para etnias do Brasil
04/04/2008

Reportagem - Cristiane Bernardes
Edição - Paulo Cesar Santos
Agência Câmara

Rogério Marinho rejeitou a criação de mais feriados

A Comissão de Educação e Cultura aprovou o Projeto de Lei 6369/05, do Senado, que institui datas para celebrar os três principais segmentos étnicos nacionais - indígenas, brancos e negros. A proposta regulamenta o parágrafo segundo do artigo 215 da Constituição. A proposta define os dias 19 de abril (Dia do Índio) para celebrar os povos indígenas; 22 de abril (Descobrimento do Brasil) para lembrar a chegada oficial do branco europeu em território brasileiro; e 20 de novembro (Dia Nacional da Consciência Negra) em homenagem ao negro e em alusão à data da morte de Zumbi dos Palmares


http://www2.camara.gov.br/internet/homeagencia/materias.html?pk
=119753&searchterm=datas%20comemorativas



Governos Estadual e Federal capacitam jovens indígenas em Mato Grosso
03/04/2008

SÍLVIA DEVAUX
Redação/Secom-MT

O Governo do Estado e o Ministério do Trabalho e Emprego, numa ação inédita do Programa Primeiro Emprego do Governo Federal em Mato Grosso, começam a capacitar cerca de mil jovens indígenas. Índios de diversas etnias, como Kayapó, Kaiabi, Suyá, Tapajora, Panará e outras, serão capacitados para atuar no cultivo e beneficiamento do pequi, castanha do Pará, extrativismo e inclusão digital, visando trabalhar a sustentabilidade no território indígena brasileiro.


http://www.seguranca.mt.gov.br/noticia.php?id=2178&PHPSESSID=
acfbf2086b0040d684968ea8be876e53



Seminário de Ações Afirmativas é transferido para o Glauce Rocha
02/04/2008

PREAE - UFMS

O III Seminário de Ações Afirmativas da UFMS, que seria realizado no anfiteatro do CCHS, foi transferido para o teatro Glauce Rocha, devido ao número de pessoas interessadas. O evento tem como objetivo debater as políticas de ações afirmativas nas Instituições de Ensino Superior (IES), para alunos vindos de escolas públicas, no intuito de garantir a valorização e promover a diversidade no ambiente acadêmico.

http://www.ufms.br/index.php?id=3&noticias_id=3664


STF adia decisão sobre cotas do ProUni
02/04/08

MIRELLA D'ELIA Do G1, em Brasília

O Supremo Tribunal Federal (STF) adiou, nesta quarta-feira (2), a decisão sobre uma ação contra o sistema de reserva de bolsas de estudo para negros, indígenas, pessoas com deficiência e alunos da rede pública implementado pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) do governo federal.


http://g1.globo.com/Noticias/Vestibular/0,,MUL385664-5604,00-STF+
ADIA+DECISAO+SOBRE+COTAS+DO+PROUNI.html


Ministro do STF dá 1º voto a favor do sistema de cotas
02/04/2008

Da Agência Estado


O sistema de cotas raciais e socioeconômicas recebeu hoje o primeiro voto favorável em julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF). O ministro Carlos Ayres Britto, relator de duas ações diretas de inconstitucionalidade (Adins) que contestam o Programa Universidade para Todos (ProUni), afirmou ser legal a reserva de bolsas de estudo integrais e parciais. A lei, de 2005, obriga universidades e faculdades que aderirem ao ProUni, programa que concede benefícios fiscais, a reservarem parte das vagas para alunos que se declararem "indígenas, pardos ou pretos", portadores de necessidades especiais, estudantes de escolas públicas ou que tenham concluído o ensino médio em colégios privados com abatimento nas mensalidades.


http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/0,,MUL385735-5598,00-
MINISTRO+DO+STF+DA+VOTO+A+FAVOR+DO+SISTEMA+DE+COTAS.html


O projeto Trilhas de Conhecimentos foi encerrado em Outubro de 2009
© 2007 Todos os direitos reservados.Este material não pode serreescrito ou redistribuído sem prévia autorização.