Trilhas de Conhecimentos - O Ensino Superior de Indígenas no Brasil

Projeto
Público Alvo
Expediente

Artigos
Dissertações e Teses
Referências Bibliográficas
Livros

Entrevistas

Núcleo Roraima
Núcleo Mato Grosso do Sul

Galeria Multimídia

Ações Governamentais
Educação Superior Indígena


Links
Newsletter

Fale Conosco
Mapa do Site


 
     


Notícias de Setembro/2008



A medicina indígena vai à universidade
Médicos criam primeiro curso do País de especialização em saúde dos índios

Mônica Tarantino – Isto é

O Brasil tem cerca de 650 mil índios. Eles falam 180 idiomas e pertencem a 220 etnias diferentes. Cada uma possui um sistema bem articulado de conhecimentos medicinais e filosóficos para explicar o surgimento das doenças e o que é preciso fazer para curá-las, o que com freqüência envolve pajelanças e uso de raízes. Pois é nesse caldeirão cultural que precisam mergulhar médicos, enfermeiros e dentistas que trabalham em áreas isoladas, como o coração da Amazônia ou o interior do Parque Nacional do Xingu, em Mato Grosso. Eles vivem em contato com costumes tão diferenciados que muitas vezes é difícil convencer o paciente indígena a ser tratado – ou pelo menos não se sentir ofendido – pela medicina “dos brancos”.


http://www.terra.com.br/istoe/edicoes/2030/artigo103802-1.htm


Tudo pronto para 1º Jogos de Celebração e 5º Encontro de Cultura Indígena
03/10/08

Golby Pullig - Agência de Notícias do Acre

Dimanã Êwê Yubabu: Floresta, casa de todos nós acontece de 10 a 14 deste mês, na Terra Indígena Puyanawa, em Mâncio Lima
Mais de 500 indígenas de 15 etnias de todas as regiões do Acre têm data e hora marcadas para se encontrar. Os grupos já começaram a sair de suas áreas em direção ao Vale do Juruá, em Mâncio Lima, Terra Indígena Puyanawa, para o 1º Jogos da Celebração e 5º Encontro de Culturas Indígenas, que acontecem entre os dias 10 e 14 deste mês. A abertura oficial do encontro será no dia 11, sábado, às 19 horas.

http://www.agencia.ac.gov.br/index.php?option=com_content&task=view&id=5848&Itemid=26


Universidades terão recursos para formar professores indígenas em quatro regiões do país
01/10/2008

Ionice Lorenzoni - MEC

Universidades públicas federais e estaduais de dez estados receberão este ano cerca de R$ 4,9 milhões para investir na formação de professores indígenas que estão lecionando, mas sem magistério superior. Os recursos do Programa de Apoio à Implantação e Desenvolvimento de Cursos para Formação de Professores Indígenas (Prolind) se destinam a três ações — implantar e desenvolver curso, executar a formação e para elaborar projeto de curso.


http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&task=view&id=11340


UNEB: mais uma conquista inédita
02/10/08

Ascom/UNEB


MEC aprova Curso de Licenciatura Intercultural em Educação Escolar Indígena da UNEB - Iniciativa pioneira na Bahia tem investimento federal de R$1,9 milhão, e vai beneficiar 108 indígenas por semestre, em Paulo Afonso e Teixeira de Freitas - Leia REPORTAGEM

No intuito de difundir os conhecimentos indígenas por meio do ensino acadêmico, a Universidade do Estado da Bahia (UNEB), recebeu aprovação do Ministério de Educação (MEC) para a abertura do curso de Licenciatura Intercultural em Educação Escolar Indígena.

http://www.uneb.br/exibe_noticia.jsp?pubid=3206


Fórum de apresenta cursos de licenciatura para índios
Cursos serão ofertados em parceria com a Uneal em Palmeira dos Índios.
30/10/08

Laíse Teixeira – Agência Alagoas/Secom

O Fórum Estadual Permanente de Educação Escolar Indígena promoveu, na manhã desta terça-feira, palestras sobre a inserção intercultural nas organizações indígenas. O encontro apresentou os cursos de licenciatura que serão oferecidos em parceria com a Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), no campus de Palmeira dos Índios, e Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e do Lazer.


http://www.agenciaalagoas.al.gov.br/noticia.kmf?cod=7736855&indice=0


Uneal ofertará cursos de licenciatura para indígenas
02/10/2008

Davi Salsa (Repórter) - UNEAL


A Universidade Estadual de Alagoas (Uneal) está firmando parceria com a Secretaria Estadual de Educação, para a oferta de cursos de licenciatura para indígenas.
O projeto pedagógico foi apresentado, na manhã desta terça-feira (30), em Maceió, durante reunião do Fórum Estadual Permanente de Educação Escolar Indígena (FEPEEIND).


http://www.uneal.edu.br/default.asp?area=noticia&id=378&data=#02/10/2008




O projeto Trilhas de Conhecimentos foi encerrado em Outubro de 2009
© 2007 Todos os direitos reservados.Este material não pode serreescrito ou redistribuído sem prévia autorização.